Quais fatores guiam o preço das bitcoins?

Por Assessoria de Imprensa

Conheça as variáveis que influenciam as cotações da criptomoeda pelo mundo

 

Desde 2015, o preço da Bitcoin já cresceu 1.850%. Mas, nos últimos dias, acompanhamos uma forte queda no valor da moeda. Diante da volatilidade fica a dúvida: afinal, o que está por trás das variações de preço das bitcoins? Veja a seguir:

1) Espírito animal: há tempos os economistas têm a noção de que fatores psicológicos afetam as decisões de investidores. Isso é chamado de “espírito animal” e se refere aos investidores que tomam decisões com base no comportamento de outros participantes do mercado e em suas intuições, em vez de avaliar por meio de análises. A análise do preço da Bitcoin mostra que a cobertura positiva da imprensa é um dos principais fatores que guiam os valores para cima. Esse tipo de cobertura sobre novas tecnologias gera um ciclo hype – um pico de interesse, geralmente seguido pela desilusão.

2) Risco político: o risco político em torno das moedas nacionais também pode afetar o preço da Bitcoin, uma vez que as pessoas usam a moeda virtual para cobrir as mudanças de preço de algumas moedas em particular, ou quando precisam movimentar rapidamente grandes quantidades de valor de um país ou unidade monetária. A crise econômica na Grécia em 2015, por exemplo, foi seguida por reportagens sobre o aumento no número de gregos comprando bitcoins na tentativa de proteger sua riqueza. O fato não parece ter afetado o preço da Bitcoin nos mercados globais e a criptomoeda se manteve estável. Já o nervosismo gerado pelo plebiscito sobre a saída do Reino Unido da União Europeia (Brexit), em junho do ano passado, levou a um aumento no preço da Bitcoin, além de uma queda na cotação da libra esterlina.

3) Mudanças regulatórias: legisladores em todo o planeta tiveram que se atualizar rapidamente para enfrentar o auge da Bitcoin. Eles devem decidir, por exemplo, como a moeda virtual será tratada pelo sistema tributário e, caso haja uma regulamentação, como ela será aplicada. Dois eventos exemplificam como mudanças regulatórias afetam os preços de bitcoins. O primeiro foi o anúncio de que a Bitcoin seria considerada leilão legal no Japão, o que empurrou o preço 2% para cima em apenas 24 horas, elevando o preço globalmente em 160% nos dois meses seguintes. O segundo foi a decisão da China de fechar diversas casas de câmbio de bitcoins e proibir as ofertas iniciais em bitcoins (uma forma de crowdfunding pago em criptomoedas) que fez os preços recuarem 29% em apenas um dia.

4) Governança de bitcoin: apesar da Bitcoin ser uma moeda descentralizada, algumas decisões sobre como ela irá funcionar ou evoluir precisam ser tomadas de tempos em tempos. Isso também tem um impacto sobre o preço. O software usado para verificar as transações em bitcoins foi criado por desenvolvedores e é executado por mineradores (a rede global de pessoas que verificam as transações em bitcoins). Para mudar o programa usado para minerar e autenticar transações, os desenvolvedores precisam que mais de 50% da rede concorde com a mudança. Quando isso acontece, eles podem criar uma atualização chamada de “fork”. Em agosto deste ano, a Bitcoin sofreu um “hard fork”, por meio da qual surgiu uma nova criptomoeda, a Bitcoin Cash. O software Bitcoin Cash pode processar até 30 transações por segundo, quatro vezes mais do que a Bitcoin. Como muitos investidores em Bitcoin não são programadores, e não sabiam o que o fork envolveria, houve um período de incerteza antes da atualização, o qual foi seguido por rápidos aumentos de preço. Desde então houve outro fork, que criou o Bitcoin Gold. A tentativa de um terceiro fork parece ter sido a causa de uma correção no preço da Bitcoin nas últimas semanas, que recuou 20%.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *