Ilegal, só que não. Conheça países onde o uso da Bitcoin é permitido

Por Assessoria de Imprensa

Ao contrário de países como Bolívia, Ecuador, Bangladesh e Quirguistão, que decidiram transformar a bitcoin em algo ilegal, outras nações optaram por não banir a moeda virtual – embora ainda pretendam regulamentá-la. Descubra a seguir quais são os lugares onde as bitcoins não foram banidas e são muito bem aceitas.

Brasil

Por aqui as bitcoins podem ainda não ser reguladas, como declarou o Banco Central do Brasil em relação às criptomoedas. Mas longe de ser ilegal, a moeda virtual “vai de vento em popa” no país, como declarou o Jornal do Brasil.

 

Argentina

No país vizinho, as bitcoins podem ser consideradas dinheiro, mas não moeda corrente. Uma bitcoin pode ser classificada como bem ou ativo sob o Código Civil da Argentina, e as transações podem ser governadas pelas regras de comércio de bens sob o Código Civil.

 

Estados Unidos

O tesouro norte-americano classificou a Bitcoin como uma moeda virtual conversível descentralizada em 2013. Desde 2015, a Comissão de Comércio de Futuros vê as bitcoins como commodity. Tributadas como propriedade, elas são tratadas por juízes como fundos.

 

Canadá

Apesar de haver a expectativa de que as bitcoins sejam regulamentadas sob leis contra o terrorismo e a lavagem de dinheiro, autoridades da província de Quebec declararam que alguns modelos de negócio relacionados às bitcoins, incluindo casas de câmbio e caixas eletrônicos, já são regulados por suas leis.

 

México

Legal no México em 2017, a Bitcoin também aguarda regulamentação no país, e tudo indica até agora que ela deverá constar nas leis relacionadas às fintechs.

 

Arábia Saudita

A Bitcoin não é proibida por qualquer entidade governamental na Arábia Saudita. Apenas a Autoridade Monetária local alertou sobre o alto risco de sua utilização, observando que os traders não teriam “garantia de qualquer direito de proteção”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *