A bitcoin é melhor do que ouro. Duvida?

Por Assessoria de Imprensa

Co-fundador da Apple explica por que as criptomoedas prometem

Em outubro, o co-fundador da Apple, Steve Wozniak, compartilhou suas ideias sobre as tecnologias das criptomoedas e blockchain durante o Money 20/20 em Las Vegas. A conversa começou falando sobre inteligência artificial, mas logo surgiu o assunto Bitcoin. Veja a seguir as razões apontadas pelo executivo no evento para explicar porquê “bitcoin é melhor do que ouro”.

1) Bitcoin não pode ser diluída

Wozniak disse que uma moeda é mais estável quando não pode ser diluída e, enquanto a Bitcoin tem uma oferta futura fixa (apenas 21 milhões de bitcoins podem ser minerados), o mesmo não pode ser dito sobre as moedas emitidas pelo governo. “Existe uma quantidade finita de bitcoins que podem existir”, disse Wozniak ao explicar que o governo dos Estados Unidos poderiam imprimir mais dólares por razões políticas. Ele descreveu o dólar norte-americano como uma moeda “de araque” neste sentido, enquanto descreveu a bitcoin como mais “genuína e real”.

2) A apreciação é baseada em matemática

Da mesma forma, o co-fundador da Apple disse que o ouro também não necessariamente tem uma oferta fixa, uma vez que os humanos vão continuar encontrando formas mais eficientes de extraí-lo da terra. “O ouro é minerado, e minerado e minerado”, disse Wozniak. “Talvez haja uma quantidade finita de ouro no mundo, mas a bitcoin é ainda mais matemática e regulada, e ninguém pode mudar a matemática”.

3) O blockchain permite rastreamento sem precedentes

Wozniak também falou sobre a tecnologia blockchain e sua importância em permitir que as pessoas rastreiem coisas de forma transparente, como os minerais.  “Neste momento, há minerais de conflito no mundo, e você não quer comprar minerais de conflito. Bem, então como evitá-los?”. Ele prosseguiu explicando como as empresas acabam comprando ouro de diferentes países e misturando todos para que não haja maneira de rastrear sua origem. Com soluções baseadas em blockchain, no entanto, será possível saber a origem inclusive nesses casos. “Eles estão aplicando a tecnologia onde todo pagamento somente pode ser enviado para fontes legítimas, que não possuem minerais de conflito”, acrescentou ele.

4) Há mais sobre as criptomoedas do que apenas a Bitcoin

Por fim, Wozniak pontuou que, atualmente, há tantas aplicações da tecnologia blockchain que levará tempo para nos acostumarmos. Ele também comparou a chegada de plataformas de contratos inteligentes, como o Ethereum, a quando os computadores foram lançados e de repente as pessoas estavam “escrevendo dezenas de milhares de programas” que ninguém havia pensado antes. Segundo ele, plataformas de contratos inteligentes abrem as mesmas portas de oportunidade. “Há mais sobre as criptomoedas do que apenas a Bitcoin”, disse ele.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *